• Igreja1
  • Igreja2

Atividades Regulares

 Domingo

8h – Reunião de Oração

9h – E. B. D (Escola Bíblica Dominical)

10h30 – Culto Matinal

19h – Culto Noturno

 Terça-feira

19h30 – Culto de Oração

 Quinta-feira

19h30 – Estudos Bíblicos

 Sábados ímpares

19h30 – Culto da Juventude

 Sábados pares

20h – Encontro dos casais

Login

Quem está Online

Temos 26 visitantes e Nenhum membro online

E A SAÚDE, COMO VAI?

E A SAÚDE, COMO VAI? 

A pergunta que intitula esta pastoral certamente está entre aquelas que ouço com maior frequência, tanto que resolvi submeter-me a uma bateria de exames, a fim de checá-la. Tal preocupação com o bem estar físico me traz à memória o velho chavão de Paulo Cintura, folclórico personagem do humorístico A Escolinha do Professor Raimundo, “saúde é o que interessa o resto não tem pressa”.

Começamos 2018 pensando sobre as marcas espirituais de uma igreja saudável, tema que será abordado nos primeiros meses de 2018, não somente na Escola Bíblica Dominical - EBD, como nas demais atividades da igreja.

Uma das metáforas mais comuns no Novo Testamento para a igreja é “CORPO”, sendo que “Cristo é o cabeça da Igreja” (Ef. 5:23) e os remidos os seus membros, mas palavras do apóstolo Paulo “porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também” (1 Cor 12:12).

Considerando a igreja como Corpo de Cristo, supõe-se que o mesmo goze de plena saúde. Não cabe a ideia de um corpo doente, enfermo, mórbido, combalido ou indisposto, visto tratar-se de um  organismo vivo, pulsante e  operante, composto  por vários  membros que cooperam para o fortalecimento e crescimento mútuo.

Aprecio a analogia da igreja como hospital, não como um lugar de enfermos e/ou desenganados, mas como um lugar de cura, de restauração. Penso que cada cristão, como membro do Corpo de Cristo, tem a responsabilidade de cuidar da sua própria saúde física, emocional e espiritual, bem como o dever de promover a saúde dos demais. Com efeito, um corpo saudável e bem ajustado cumprirá seu papel como representante de Deus entre os homens e atenderá às necessidades dos seus membros.

Rogo a Deus que cada membro da Primeira Igreja Batista no Cruzeiro Novo seja um agente promotor da saúde. 

 

No amor de Cristo,

Pr. Evaldo Palhares