Atividades Regulares

 Domingo

8h – Reunião de Oração

9h – E. B. D (Escola Bíblica Dominical)

10h30 – Culto Matinal

19h – Culto Noturno

 Terça-feira

19h30 – Culto de Oração

 Quinta-feira

19h30 – Estudos Bíblicos

 Sábados ímpares

19h30 – Culto da Juventude

 Sábados pares

20h – Encontro dos casais

Login

Quem está Online

Temos 12 visitantes e Nenhum membro online

Mães que vencem!

 Mães que vencem!

“Elcana coabitou com Ana, sua mulher, e, lembrando-se dela o SENHOR, ela concebeu e, passado o devido tempo, teve um filho, a que chamou Samuel, pois dizia: Do SENHOR o pedi. Por este menino orava eu; e o SENHOR me concedeu a petição que eu lhe fizera. Pelo que também o trago como devolvido ao SENHOR, por todos os dias que viver; pois do SENHOR o pedi. E eles adoraram ali o SENHOR.”

 (I Samuel 1:19b, 20,  27 e 28)

Hoje é o dia separado para celebrarmos o Deus que faz das mulheres “frágeis” em mães vencedoras. No texto de I Samuel encontramos Ana, que apesar de frágil, era uma mulher determinada e cheia de atitudes. Vejamos, pois, alguns aspectos na vida de uma mãe vencedora.

Uma mãe vencedora é lembrada pelo Senhor.

“Elcana coabitou com Ana, sua mulher, e, lembrando-se dela o SENHOR”  v, 19b

Esta é uma das mais belas expressões e pensamentos bíblicos, “lembrando-se dela o SENHOR”. O Senhor lembrou-se dos sofrimentos e das angustias de Ana. Ele lembrou-se de Hagar quando andando errante pelo deserto de Berseba com seu filho Ismael. Lembrou-se de Sara em sua velhice. E em Gênesis 30:22 diz: “Lembrou-se Deus de Raquel, ouviu-a e a fez fecunda”. Às vezes, mesmo que não estejam escritos, os eventos bíblicos, mostram mães que estão angustiadas e o quanto Deus delas se lembra.

O Senhor não só se lembra das mães, mas também, se lembra de cada um de nós, “O SENHOR se lembrou de nós; ele nos abençoará; abençoará a casa de Israel; abençoará a casa de Arão.” (Salmos 115:12). É o Deus que se importa e se preocupa com você.

Uma mãe vencedora celebra ao Deus que realiza vitória.

“teve um filho, a que chamou Samuel, pois dizia: Do SENHOR o pedi.” v, 20b

O nome Samuel é composto de duas palavras, Samu (shamá = ouvir, atender) e El (Deus) “Deus Ouve”. O nome Samuel é uma celebração ao Deu que ouve. Ana era uma mulher que amava a casa de Deus e lá já orava pelo menino, “Por este menino orava eu; e o SENHOR me concedeu a petição que eu lhe fizera”

(I Samuel 1:27).

Celebremos o Deus que realiza vitória em nossas vidas, em nossas famílias, em nossa igreja.

Uma mãe vencedora tributa o pedido alcançado.

“Pelo que também o trago como devolvido ao SENHOR, por todos os dias que viver; pois do SENHOR o pedi. E eles adoraram ali o SENHOR.” v, 28

Ana celebra ao Deus que realiza vitória, entregando seu filho ao serviço do Senhor e novamente foi recompensada por Ele (I Samuel 2:21). Ela é um exemplo de uma mãe vencedora, pois mães que vencem, dedicam seus filhos a Deus. Assim como o fez Susanna Wesley, mãe de John e Charles Wesley, quando nos Estados Unidos foram como missionários aos índios e colonizadores, ela Disse: “Tivesse eu 20 filhos, eu me alegraria que todos eles fossem assim empregados, mesmo que nunca mais os visse”.

Aquilo que pedimos, podemos devolver ao Senhor? Será que dedicamos ao Senhor aquilo que Dele recebemos? Aquilo que o Senhor nos concedeu, é também Dele?

 

Pr. José Pereira Mota Filho