Atividades Regulares

 Domingo

8h – Reunião de Oração

9h – E. B. D (Escola Bíblica Dominical)

10h30 – Culto Matinal

19h – Culto Noturno

 Terça-feira

19h30 – Culto de Oração

 Quinta-feira

19h30 – Estudos Bíblicos

 Sábados ímpares

19h30 – Culto da Juventude

 Sábados pares

20h – Encontro dos casais

Login

Quem está Online

Temos 18 visitantes e Nenhum membro online

Paz e Ânimo em Tempos Difíceis

PAZ E ÂNIMO EM TEMPOS DIFÍCEIS

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições,

mas tende bom ânimo, eu venci o mundo” (João 16:33)

A Bíblia nos adverte que no fim dos tempos sobreviriam dias difíceis. Já estamos vivendo dias assim. Pode-se facilmente perceber o declínio deste mundo e a degradação dos seres humanos. A corrupção, o ódio, a ganância, a prostituição, crimes ambientais e sociais são males que se alastram a largos passos, gerando grande desânimo e desesperança.

Após advertir seus discípulos acerca das aflições que o mundo lhes imputaria, Jesus encorajou-os a recobrar o ânimo com base na inquestionável vitória conquistada por ele na cruz. O ânimo cristão é uma firme disposição no coração do crente,  aperfeiçoada no amor de Cristo e firmada nas promessas contidas na bendita Palavra de Deus, fiel e digna de toda aceitação. Aquele que tem esta disposição não ficará refém de fatores externos. O ânimo mencionado por Cristo não é um sentimento passageiro e circunstancial.

Em tempos cruéis, muitas pessoas têm colocado a sua esperança em alicerces frágeis: na instabilidade dos bens materiais, na incerteza das autoridades, na vulnerabilidade das pessoas, na fragilidade do seu próprio braço, etc. Estes podem falhar e ruir, e grande é a ruína. Mas há um alicerce seguro, que jamais falha. Nele podemos por a nossa esperança, a exemplo do salmista: "Descanse somente em Deus, ó minha alma; dele vem a minha esperança” (Salmos 62:5).  Sim, o nosso Deus nunca falha! Nele podemos ter paz e ânimo decorrentes de uma esperança viva. Cristo faz toda diferença na vida de uma pessoa, como bem declarou o teólogo alemão William Barclay: “a vida com Cristo é uma eterna esperança; a vida sem ele é o fim da esperança”.

Os que confiam no Senhor descansam na bendita esperança de que o mundo segue  seu curso sob a expectativa da consumação do plano redentor de Deus. Nada escapa ao seu conhecimento e aos seus insondáveis propósitos. Logo, por mais negras que sejam as nuvens e por mais ameaçadores sejam os ventos, descansamos na certeza de que há um soberano comandante, que em paz nos conduz.  A Ele toda glória e honra. Amém.

Que a nossa esperança esteja somente em Deus, pois só Ele é capaz de dar a vida eterna e nos coroar com toda sorte de bênçãos. A Ele toda honra e glória, desde agora e para sempre. Amém. 

 

No Serviço Real

Pr. Evaldo Palhares